Facebook F8 e suas novidades tecnológicas

Facebook F8 e suas novidades tecnológicas

Facebook F8  e suas novidades tecnológicas fizeram o mês de maio começar fervendo!

Com a participação de mais de 4.000 pessoas, o Facebook realizou sua conferência anual – F8 – para apresentar as inovações e tendências das redes sociais de Mark Zuckerberg.

Com um leque de ferramentas cada vez maior, nós aqui da nuvem, em conjunto com a agência Fonte 11 Comunicação, separamos tudo que você precisa saber sobre as novidades do grupo Facebook.

++ Imposto de Renda 2019: saiba como declarar suas Criptomoedas

MESSENGER

Em sua nova versão 2.0 a plataforma Messenger já conta com mais de 1.2 bilhão de usuários.

As maiores novidades são ligadas aos famosos bots, que estão em plena ascensão. Com eles será possível oferecer serviços automatizados de compras e suporte, tudo em 1 único chat. Esse chamado “Protocolo de entrega” ainda está em sua versão beta, em fase de testes, mas já indicam que teremos grandes novidades nessa área de automação.

O App trará, também, área para “descobertas” divididas por categorias como Notícias, Comida, entretenimento e etc, mas esse recurso ainda não está disponível aqui no Brasil e sem data para o lançamento tupiniquim.

O F8 trouxe a versão muito aguardada do messenger para desktop, com criptografia em todas as versões e nova funções de engajamento através do watch parties e stories exclusivas.

++ Celulares dobráveis: foi dada a largada

FACEBOOK ANALYTICS

O facebook está apostando alto em Big Data.

O comportamento dos usuários será mais destrinchado. Para quem tem loja virtual, por exemplo, agora será possível medir quantas pessoas que curtiram ou comentaram uma publicação de produto, efetivamente clicaram no link para acessar o e-commerce e converteram compras na loja física. Será o paraíso para os analistas de plantão!

Esse recurso também ainda está em fase de testes, mas já estamos ansiosos por essa função.

Será possível criar um dashboard personalizado, com a criação de publico-alvo personalizadíssimo, nichado pelas interações que cada pessoa teve com determinado tipo de publicação. Isso poderá fazer com que você saiba exatamente quem é sua audiência para cada produto.

REALIDADE AUMENTADA

Durante a conferência foi anunciada a primeira plataforma de Realidade Virtual do mundooooo – o Facebook Spaces.

Lá, os usuários poderão interagir entre si em ambientes totalmente virtuais, como se todos estivessem juntos no mesmo lugar!

Estreou, também, Plataforma de Efeitos de Câmera, que é um editor online de imagem e vídeo dotada de dois recursos principais: Frame Studio e AR Studio.

O Frame Studio permitindo que os usuários possam criar vários efeitos com a nova câmera do face, como molduras, desenhos e filtros com efeitos.

Já o AR Studio permite a criação dos ambientes virtuais com inclusão de foto e vídeo em 360 graus, integrando com chamadas originadas pelo Messenger.

Essa é mais uma das novidades que ainda está em fase de testes, mas você pode fazer inscrição para participar do grupo que irá testar a versão beta (e também acessar o Frames Studio) aqui.

INSTAGRAM

“O futuro é privado” – Assim foi iniciada a palestra de Zuckerberg.

As novidades para o Instagram foram as que fizeram mais barulho!

Já existiam rumores, mas foi confirmado a possibilidade do fim dos “likes” nas fotos da plataforma.  O recurso já está deixando muito influencer nervoso por ai!

A intenção é “focar nas fotos e vídeos que você compartilha, e não em quantas curtidas eles têm” para tornar a rede menos nociva à saúde emocional dos seus usuários.

A versão beta já está sendo testada em contas no Canadá, com planos de expansão para o resto do mundo sem data prevista.

Os stories contaram com novidades nos efeitos de câmera que terão um novo “modo de criação” para filtros e efeitos personalizados.

HEADSETS E WHATSAPP

Para suporte às novas ferramentas de Realidade Virtual, o facebook anunciou uma linha de produtos, os headsets com visor: Oculus Quest e Rift S.

O Whatsapp ficou um pouco de escanteio, com uma atualização tímida em seu alto-falante integrado com facebook, que terá suporte para vídeochamadas pelo WhatsApp.

FACEBOOK

O feed de notícias não será mais a prioridade da home, e sim os ícones dos “grupos” e “eventos” serão os donos do maior destaque do “News Feed”.

O facebook também repaginou seu look: as cores da plataforma mudarão e o tradicional azul será substituído pelo branco, deixando mais áreas de respiro em um layout clean.

Tudo isso acontecerá através de atualizações que chegarão dentro dos próximos meses.

FACEBOOK DATING

O Facebook entrou na onda do “cupido virtual”, concorrendo com o Tinder.

O aplicativo Facebook Dating terá recursos mais privados do que os concorrentes, com a possibilidade de uma lista de “Secret Crush” com base nas pessoas que você tem em sua lista de amigos do Facebook. Caso alguém que faz parte da sua lista criar uma lista que também inclui você, DEU MATCH!

Ufa, muita inovação, não é?

Conta pra gente, você gostou das novidades?

Nos vemos na nuvem!

Fontes (pesquisa e imagens):

https://www.facebook.com/business/news/facebook-f8-resumo

https://resultadosdigitais.com.br/blog/facebook-f8-2019/

https://canaltech.com.br/redes-sociais/youtube-bug-some-com-botao-assistir-mais-tarde-138441/

6 tendências do mercado de tecnologia para 2019

6 tendências do mercado de tecnologia para 2019

Essa semana separei seis tendências tecnológicas que todo empreendedor deve ficar ligado em, 2019.

Nem tudo é tendência (no sentido literal). Muita coisa já está consolidada no mercado, mas a disseminação e adequação ainda estão em andamento. Até porque, a velocidade da transformação digital varia muito de setor para setor.

O que é tendência?

Se levarmos ao pé da letra, e explicando de forma bem simples, Tendência é tudo aquilo que em uma pesquisa aparece num primeiro momento como traço e depois vai aumentando  gradualmente para 1%, 3%, 15%… até estar disseminado.

Como o Brasil tem um GAP tecnológico em relação a países como Japão, China e Estados Unidos, podemos dizer que muita coisa que hoje está bombando por lá, pode vir a ser uma potencial tendência por aqui.

Por isso, acredito que preparamos um material que vai além das tendências. É o que posso dizer de itens que você empreendedor deve ficar atento em 2019.

1-      Chatbots

Os programas de computador que simulam uma conversa estão em alta e devem continuar crescendo, de acordo com um material publicado pela Grand View Research. A pesquisa mostra que a adoção dos chatbots no ambiente de trabalho deve crescer 24% ao ano até 2025 e que globalmente serão investidos U$ 1,23 bi neste segmento.

Ao programar e antever as perguntas mais frequentes dos clientes é possível fazer orçamentos, captar leads, orientações diversas e até vendas on line. Mercado amplo a ser explorado.

2-      Lives

As transmissões ao vivo que fazemos via Facebook, Instagram ou Youtube continuam em alta. De acordo com uma pesquisa da Livestream realizada em parceria com a New York Magazine, — quando falamos em B2B –, 73% dos negócios que usaram o recurso tiveram melhores retornos, ou melhor, ROI positivo.

A pesquisa mostra ainda que 97% das empresas que fazem lives dizem que o recurso tem ajudado a aumentar o interesse em seus produtos e serviços.

3-      Marketing de influência

Em 2017, o marketing de influência foi utilizado por 86% dos profissionais do marketing digital, de acordo com pesquisa realizada pela Linqia. Entre os profissionais que colocaram os influenciadores em suas estratégias e de seus clientes, 92% dizem que é uma ação eficiente.

A ação prevê uma parceria com os “famosos”, aquelas pessoas que possuem vários seguidores e referência para representar uma marca, produto ou serviço.

Enquanto os especialistas apostam o marketing de influência como tendência, eu afunilo, a previsão para os micro-influenciadores. Estas personalidades regionais, autoridades ou especialistas possuem menos seguidores, mais muita sinergia com sua audiência.

4-      Big Data

Ter dados em tempo real sempre a mão e alguém para analisá-los precisamente. Essa é a grande tendência não só para 2019, mas, — por ser uma área dinâmica e relativamente nova –, há um potencial enorme para explorar constantemente.

A inteligência de mercado, aliada ao Big Data, está revolucionando todos os setores da sociedade.

O mercado e os profissionais que desenvolvem processos, técnicas e plataformas estão em ampla expansão, assim como a contratação de ferramentas e profissionais que avaliam os dados e a partir deles conseguem ser mais efetivos nas em suas estratégias e tomada de decisões.

Por outro lado, e sempre em alerta, está a super exposição dos nosso dados. A tendência aqui é ficar atento aos abusos.

5-      Realidade Virtual e Realidade Aumentada

A tendência aqui vai além da tecnologia. O que está em alta é a experiência de consumo que a realidade aumentada e a realidade virtual representam para clientes de muitas marcas. Nos Estados Unidos e da China, já é possível entrar em uma loja física de modo virtual em tempo real e por meio de câmeras escolher o produto que está nas prateleiras e comprar pelo e-commerce. Outro exemplo é a loja de móveis IKEA que tem o APP em que é possível projetar um móvel ai na sua casa. Ou seja, antes de comprar uma cama nova para seu filhos, usando uma tecnologia similar ao Pockemon Go, é possível ver como o móvel ficará no espaço que você tem disponível em sua casa.

As marcas estão ousando cada vez mais, então 2019 deve trazer muitas novidades neste sentido.

6-      Busca por Voz

A interação do homem com a máquina também traz a voz como principal meio para as ferramentas de busca como tendência. A estimativa é que até 2020, metade das consultas sejam realizada por meio da voz humana. Muitas empresas devem investir em tecnologias de reconhecimento de voz para dar suporte as ações de Marketing e em formas de serem reconhecidas.

Por outro lado, os produtores de conteúdo devem se adequar para desenvolver textos cada vez mais próximos do falado.

Claro que tem muito mais tendências, mas ai peço que você fique ligado no Falando em Nuvem. Melhor ainda, escreva nos comentários o que você acha que será a grande tendência para o mercado digital deste ano.